Autor: studart

‘GENOINO NÃO DELATOU GUERRILHA’, DIZ HISTORIADOR

Então estudante da Universidade Federal do Ceará, José Genoino Neto não delatou a área que o PC do B preparava, desde o ano de 1966, no norte de Goiás, atual Estado do Tocantins, além do Pará e em um pedaço do Maranhão, para deflagrar guerrilha, sob inspiração nas teorias da Guerra Popular Prolongada, formuladas pelo marxista Mao- Tsé-tung, na China, em 1949; é o que diz o historiador e jornalista Hugo Studart em ‘Borboletas e Lobisomens’, julho de 2018; veja mais detalhes no material do jornalista Renato Dias Por: Renato Dias, especial para o 247 – Então estudante da Universidade Federal do...

Read More

Na sua opinião, uma pessoa apaixonada é capaz de matar a sua paixão? 

A blogueira Diny Silver se inspira em um trecho do livro “Borboletas e Lobisomens” para refletir: “Na minha opinião, uma pessoa apaixonada não mataria intencionalmente a sua paixão, é claro que havia uma pressão muito grande na época, era um período onde a ditadura militar imperava no Brasil, sei que uma pessoa realmente apaixonada não conseguiria impedir a morte da sua paixão, mas também não conseguiria puxar o gatilho”. Por Diny Silver Opinião  Paixão é um sentimento humano intenso e profundo, marcado pelo grande interesse e atração da pessoa apaixonada por algo ou alguém. A paixão é capaz de...

Read More

Livro sobre Araguaia mostra que Genoino não traiu

Por: A República   Genoino no Araguaia: mitos e verdades Um livro revelador sobre a Guerrilha do Araguaia lança agora luzes sobre uma das mais polêmicas passagens da história brasileira, mitificada tanto pela esquerda quanto pelos herdeiros da memória do antigo regime militar. De autoria do jornalista e historiador Hugo Studart, ex-Veja e Istoé e colaborador de A República, “Borboletas e Lobisomens”, revela com base em farta documentação e depoimentos quem foi quem na luta, que envolveu execuções, tortura, delatores e desaparecidos, que são pela primeira vez identificados e contabilizados. Entre outras historias surpreendentes, Studart narra até um caso de amor...

Read More

Livro-reportagem revela segredos incômodos sobre a guerrilha do Araguaia

“Borboletas e lobisomens”, de Hugo Studart, deve desagradar tanto aos militares quanto aos comunistas. Leia resenha crítica do G1 / Globo.com sobre a obra e entrevista com o autor Hugo Studart Por Luciano Trigo O historiador e jornalista Hugo Studart está lançando um livro que promete reacender o debate sobre a resistência armada à ditadura militar: “Borboletas e lobisomens” (editora Francisco Alves, 660 pgs. R$ 79) traz revelações bombásticas, que devem desagradar tanto aos militares quanto aos que cultuam uma imagem heroica dos integrantes da guerrilha do Araguaia – movimento armado que tentou promover uma revolução comunista no Brasil,...

Read More

Apaixonado, militar beijou guerrilheira do Araguaia antes de fuzilá-la .

Por: Amanda Audi/Congresso em Foco.   Mesmo sendo o foco de pesquisas, livros e documentários nos últimos anos, a guerrilha do Araguaia permanecia como um dos episódios mais obscuros (e sangrentos) da ditadura militar. Um dos casos, até então inédito, chama a atenção. Um militar encarregado de fuzilar uma guerrilheira se apaixonou por ela. Eles se beijaram pouco antes da execução. Mas isso não o impediu de cumprir a tarefa (leia abaixo). “Ela ficou me olhando nos olhos, chorando. Eu não aguentei e chorei muito. Caí em prantos. Ela chorava, mas ficou firme, de pé, aguardando sua hora. Tirei a...

Read More

Categorias

Arquivos